FCA Brasil
  • A A A

Enviar por email:

Agenda – Casa Fiat de Cultura

Agenda – Casa Fiat de Cultura

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Confira abaixo o que a Casa Fiat de Cultura* prepara para as próximas semanas em Belo Horizonte:

 

Ateliê Aberto: Cartões de Natal
Data: 13 a 17 de dezembro

Além do ateliê de modelagem em papel machê (veja acima), os visitantes da Casa Fiat terão a oportunidade de produzir seus próprios cartões de natal nesta outra oficina, que valoriza a tradição de se trocar carinho e afeto em cores, formas e palavras no papel. A participação é gratuita e não é necessário se inscrever, mas são só 15 vagas. Crianças também podem participar, mas as menores de 10 anos devem ser acompanhadas por um adulto responsável e as menores de 5 anos devem ser auxiliadas pelo acompanhante. É recomendável usar roupas confortáveis e apropriadas ao manuseio de tintas e adesivos.

 

Encontros com o Patrimônio – Edição Especial de Natal
Data: 22 de dezembro, 19h (inscrições de 11 a 15/12)

Idealizado em agosto, Mês do Patrimônio, o evento “Encontros com o Patrimônio”, que é um novo percurso de visitação ao prédio do antigo Palácio dos Despachos, onde hoje funciona a Casa Fiat de Cultura, passou a ser oferecido mensalmente, normalmente em todo primeiro domingo do mês. Agora em dezembro, no entanto, a data será na sexta-feira, dia 22. Isso porque se trata de uma edição especial de Natal, voltada para a tradição mineira de construir presépios nessa época. Denominada “Presépios de Minas – Um patrimônio da cultura popular”, esta edição vai apresentar a tradição ao público, de forma singela e informativa, com o objetivo de valorizar esse patrimônio imaterial da cultura de Minas. Nesse sentido, fará parte da visitação o Presépio da Casa Fiat de Cultura, é claro. Esta edição especial pede inscrição e disponibiliza 20 vagas.

 

Presépio da Casa Fiat de Cultura
Data: 30 de novembro a 6 de janeiro (inauguração em 30/11 às 19h)

Esta terceira edição do Presépio da Casa Fiat de Cultura é um dos destaques da programação de natal de Belo Horizonte. Com a curadoria do artista plástico Leo Piló, ele foi construído de forma coletiva, com participação do público em ateliê aberto realizado no mês de novembro (foto). Mais de 300 pessoas participaram. Esta edição tem como inspiração os povos tradicionais ameríndios (índios brasileiros, Incas, Maias e Astecas) e a flora e fauna do Cerrado. Os personagens e o cenário são feitos com material reciclado da Ilha Ecológica do Polo Automotivo Fiat, em Betim (MG): papel, papelão, isopor e plástico; além de doações da Asmare (Associação dos Catadores de Papelão e Material Reaproveitável), como tetrapak, e material coletado pelo próprio artista. A entrada é gratuita. Na inauguração (quinta-feira, 30/11, às 19h), tem bate-papo com o Leo Piló e apresentação do coral Musicanto!

 

Exposição Contaminações Pictóricas – Fernanda Fernandes na Piccola Galleria
Data: 5 de dezembro a 21 de janeiro

Fernanda-Fernandes

Nesta exposição, a artista visual Fernanda Fernandes, que foi selecionada pelo programa 2017/2018 da Piccola Galleria da Casa Fiat de Cultura, apresenta uma série de aquarelas, pinturas a óleo, desenhos, objeto e apropriação de resíduos arquitetônicos. A paisagem e fragmentos de matéria da natureza são os pretextos para a sua produção artística. A entrada é gratuita.

 

Painel “Civilização Mineira”, de Candido Portinari
Em exposição permanente, no hall principal

Painel-Portinari

Tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), este é o maior painel de Candido Portinari (1903 – 1962) em Minas Gerais, medindo 2,34 x 8,14 metros. A obra ilustra a mudança da capital mineira, de Ouro Preto para Belo Horizonte, em 12 de dezembro de 1897, ao mesmo tempo em que retrata Tiradentes e outras personalidades históricas, retomando outro marco da história do estado: a Inconfidência Mineira (1789). Com técnica mista, têmpera e óleo, o painel é caracteristicamente modernista, mas sem abrir mão de fundamentos da pintura clássica. Portinari é considerado um dos maiores artistas brasileiros do século XX, tanto por sua produção estética quanto pela atuação consciente nos âmbitos cultural e político. A obra conta com ficha técnica em braile e peças multissensoriais que fazem parte dos recursos de mediação para pessoas com deficiência visual.

 

* A Casa Fiat de Cultura é um dos espaços mais importantes de Belo Horizonte, do Brasil e do mundo, para discussão e exposição das artes. A casa mantém programação cuidadosamente selecionada que se destaca pelo alto valor histórico, artístico e educativo, sob a mais moderna tecnologia museológica de padrão internacional.

Com grandes exposições inéditas de arte, a Casa Fiat reúne acervos dos mais importantes museus e coleções do Brasil e do mundo e sempre completa a programação com palestras, sessões de cinema e atividades educativas, voltadas à difusão e valorização da arte para todos os públicos, em especial as crianças em idade escolar. A programação é sempre gratuita.

Para cada exposição, são idealizados uma temática e um conceito a serem trabalhados em palestras, visitas mediadas ou temáticas, oficinas, minicursos, assessoria ao professor e outras atividades, que incluem a possibilidade de acompanhar práticas e processos do fazer criativo no Ateliê Aberto localizado na entrada principal.

Localizada em Belo Horizonte (MG) no Circuito Liberdade, um dos mais importantes corredores culturais do país, a Casa Fiat ocupa o prédio do antigo Palácio dos Despachos, edifício que integra o conjunto arquitetônico e histórico do Palácio da Liberdade, antiga sede do governo do estado. O endereço é Praça da Liberdade, 10 – Funcionários – Belo Horizonte (MG). O horário de funcionamento é de terça a sexta-feira, de 10h às 21h, e sábado, domingo e feriado, de 10h às 18h.

 

Compartilhar

Comentários

Posts mais lidos