FCA Brasil
  • A A A

Enviar por email:

Fiat Fiorino vence prêmio “Maior Valor de Revenda”

Fiat Fiorino vence prêmio “Maior Valor de Revenda”

terça-feira, 4 de julho de 2017

Segundo colocado no estudo da agência Autoinforme é outro carro da Fiat, o Doblò

O excelente custo-benefício do Fiat Fiorino já é conhecido de longa data por todos os seus proprietários – não é à toa que o veículo é líder do segmento por 26 anos consecutivos. Agora, a nova versão da furgoneta de carga venceu o Prêmio Maior Valor de Revenda: Veículos Comerciais em sua categoria, com um incrível índice de depreciação de apenas 17%. O resultado – de estudo feito pela agência Autoinforme em parceria com a Editora Frota&Cia – é a comparação do valor de compra no primeiro quadrimestre de 2014 com o de revenda no primeiro quadrimestre de 2017, medindo a depreciação em três anos de uso, por ser o prazo médio de renovação de frota. Campeão, o Fiorino obteve o menor índice de depreciação entre todos os modelos da categoria.

O Novo Fiorino inaugurou, em 2013, uma plataforma mais moderna exclusiva, que realçou suas características de veículo de trabalho: mais tamanho, maior capacidade de transporte de cargas, maior agilidade e versatilidade nos centros urbanos. O potente motor 1.4 Evo Flex que equipa o veículo se destaca pelo excelente torque em baixas rotações e pela nota A no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular, do INMETRO, figurando entre os mais eficientes e econômicos do país.

Com essas características, o modelo só precisou esperar os três anos para poder entrar no cálculo e estrear já no topo da lista dos modelos com menor depreciação na categoria. “O Prêmio Maior Valor de Revenda 2017 na categoria furgoneta de carga é muito importante para a Fiorino e, consequentemente, para a Fiat. Ressalta a vocação da marca nesse segmento de veículos comerciais e todo nosso trabalho com os consumidores do modelo”, observa o diretor nacional de Vendas Diretas da Fiat Chrysler Automobiles (FCA), Fábio Meira.

O segundo colocado na categoria é outro modelo Fiat: o Doblò Cargo, que venceu as duas últimas edições do prêmio. Ele obteve a marca de apenas 18,6% de depreciação em três anos. Reconhecido por seu amplo espaço interno, conforto, versatilidade, robustez e pela ótima posição de dirigir, o Doblò ajudou a garantir a hegemonia da Fiat dentro da premiação deste segmento.

O índice de depreciação é um indicador importante, principalmente para o mercado de veículos comerciais, pois indica quanto do investimento inicial feito será preservado no momento da renovação da frota. O levantamento utilizou as cotações de mercado da Molicar para avaliar o comportamento dos 100 veículos comerciais mais vendidos no mercado brasileiro e chegar aos campeões nas 11 categorias.

 

Compartilhar

Comentários

Posts mais lidos