FCA Brasil
  • A A A

Enviar por email:

Lançamento à mineira

Lançamento à mineira

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Para lançar o Uno 2017 e a nova família de motores Firefly, a FCA abre as portas do Polo Automotivo Fiat, em Betim, MG.

Alguma coisa naquela quinta-feira, 15 de setembro, lembrava a euforia do filme A fantástica fábrica de chocolate. Em vez de crianças, um seleto grupo de jornalistas e influenciadores, seguindo rumo a Betim, cidade da região metropolitana de Belo Horizonte, para conhecer uma das maiores fábricas de automóveis do mundo. A eletricidade no ar era a mesma do clássico do cinema.

O roteiro foi definido para que os convidados pudessem ser apresentados a um novo veículo, lançado com a nova família de um motor em uma fábrica amplamente modernizada. Com tudo isso, os convidados percorrem ainda toda a linha de montagem para ver, frente a frente, como carros e motores são fabricados.

Uma verdadeira aula sobre motorização de veículos foi montada em um Techno Day. Nele, foi possível ver todas as partes do motor e notar o quanto são complexos a produção e comercialização deste conjunto de peças que, em sua atividade, vira um verdadeiro coração do automóvel.

O jornalista Silvio Menezes, do Jornal do Commercio, de Recife (PE), viajou mais de dois mil quilômetros para conhecer de perto o Uno 2017 e com seu belo sotaque constatou que toda a quilometragem percorrida valeu a pena. Essa foi a primeira oportunidade que o pernambucano teve para conhecer a planta do Polo Automotivo Fiat, em Betim. “Gostei muito da fábrica, ela é gigantesca, do tamanho de uma cidade”, disse. “Além disso, apesar de sua idade, é uma planta nova e moderna.”

Stefan Ketter, presidente da FCA para a América Latina, durante o evento em Betim.

Acima, Stefan Ketter, presidente da FCA para a América Latina, durante o evento em Betim. No alto, Carlos Eugenio Dutra, diretor do Brand Fiat, apresenta o carro aos convidados.

Durante o evento, o Uno 2017 foi apresentado ressaltando seu coração novo, reforçando sua posição de destaque entre os compactos quando o assunto é eficiência energética. O modelo recebe novos motores bicombustíveis de 1.0 litro, de três cilindros, e 1.3 litro, de quatro cilindros, com bloco em alumínio, que compõem a nova família global de propulsores denominada Firefly. São os novos motores desenvolvidos globalmente pela FCA e que fazem sua estreia mundial a partir da unidade de Powertrain de Betim. Cabe ao Brasil o pioneirismo mundial de produção desta família de motores e ao Uno, a honra de primeiro utilizar os novos propulsores, que depois serão adotados também na Europa.

“Admiro muito o Uno e a própria Fiat por isso”, disse Menezes, destacando a tecnologia e ousadia empregadas. “A marca acrescenta tecnologia em carros de entrada que, na concorrência, não são vistos nem em carros mais caros”, diz.

Por sua vez, o jornalista Fernando Calmon, destacou a ideia de fazer da própria fábrica o local de lançamento, em vez de uma casa de eventos ou arena multiuso: “Consegui notar o quanto a planta se modernizou para produzir os novos motores e seus veículos”, destaca. Calmon relatou ainda que foi justamente a linha de montagem mais moderna com robôs de alta tecnologia que mais o impressionou.

Referência no muno digital, Eduardo Rezende, do canal Top Speed, ficou impressionado com o que viu. “Foi a primeira vez que conheci a fabricação dos carros. O tamanho da fábrica me surpreendeu de verdade”, conta o youtuber que depois de conhecer cada detalhe de um motor, diz que adquiriu muito conhecimento técnico sobre o assunto.

O jornalista Joel Leite destacou a ampliação e modernização do Polo Automotivo Fiat e, ainda, o quanto o Uno 2017 reduziu o consumo de combustível. “Com as tecnologias presentes no veículo, inclusive com o novo motor, é impressionante o quanto o consumo é menor, mantendo a boa eficiência”, disse. “Isso reforça a presença da Fiat no segmento de entrada”, completa Joel.

Compartilhar

Comentários

Posts Relacionados

Posts mais lidos